A Editora Arqueiro disponibilizou por meio da sua newsletter um trecho do livro As Crônicas de Marte, que conta com quinze contos inéditos de vários autores. A organização do livro fica por conta de George R. R. Martin e Gardner Dozois.
 
imagem: Cássia Lessa
 
Sobre o livro: Uma princesa de marte e As crônicas marcianas, dos mestres Edgar Rice Burroughs e Ray Bradbury, foram clássicos que influenciaram a imaginação de milhões de leitores e mostraram que aventuras espaciais não precisavam se passar numa galáxia distante, a anos-luz da Terra, para serem emocionantes. Elas podiam ser travadas logo ali, no planeta vizinho. Antes mesmo do programa Mariner e da corrida espacial, a imaginação já povoava nosso sistema solar com seres estranhos e civilizações ancestrais, nem sempre dispostos a fazer contato amigável com a Terra. E, de todos os planetas que orbitavam o nosso Sol, nenhum tinha uma aura de maior romantismo, mistério e aventura do que Marte. Com contos escolhidos e ditados por George R. R. Martin e Gardner Dozois, As crônicas de Marte retoma esse sentimento ao celebrar a Era de Ouro da ficção científica, um período recheado de histórias sobre colonizações interplanetárias e conflitos antigos. Para essa missão, autores consagrados como Michael Moorcock, Mike Resnick, Joe R. Lansdale, S.M. Stirling, Mary Rosenblum, Ian McDonald, Liz Williams e James S. A. Corey foram convidados a revisitar o misterioso planeta vermelho, aqui representado como um destino exótico e desértico, com cidades em ruínas, civilizações impressionantes… e, é lógico, perigos inimagináveis.
 
Primeiras impressões: No trecho disponibilizado pela editora, uma parte do conto Sangue Marciano, conhecemos o cientista Omar Al-Baz, que vai para Marte em busca do sangue de um marciano, e o guia Ramsey. No conto vemos que os humanos invadiram Marte, Ramsey vive ali há muito tempo, e Omar quer provar que marcianos e humanos tem a mesma origem.
 
Apesar de ser uma ficção científica, a escrita é bem leve e envolvente, li 36 páginas super rápido e fiquei bem curiosa para saber o desfecho da história. O cenário é bem descrito e podemos ver que os humanos, para variar, colonizaram Marte de uma maneira completamente errada, fazendo com que os marcianos se tornassem nômade e evitassem contato.
 
Ramsey é contra a forma como tudo foi feito, as ideologias dos personagens são expostas e discutidas ao longo do conto. No trecho que a editora disponibilizou não temos a conclusão deste conto, mas fiquei bem interessada em comprar o livro para conferir o final e ler os outros contos, sem falar nesta capa que está linda!
 
Contem nos comentários o que acharam da premissa do livro ;) 


4 Comentarios

  1. Olá!
    Gostei do livro! Sempre gosto de livros que relaciona em um universo diferente. A premissa e muito boa e espero ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  2. Queria saber quais contos estão no livro.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei bem surpreso em saber que o George e a lançar mais um livro e eu fiquei mais surpresa ainda quando eu vi que esse livro não seria lançado pela Editora Leya que editor a mais conhecida dele e eu também gostaria de saber que tipo de contos vão tar no livro

    ResponderExcluir