Ano : 2017
Autora: Nicole Williams
Editora: Planeta (selo essência)
Páginas : 252




Sinopse : Para a adolescente Lucy,nada é mais importante do que o balé.A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem.Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela moça certinha é obrigada a mudar de escola.E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e inseguranças,que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma touca de lã na cabeça.Jude,maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, talvez até o genro que todo pai pediu a Deus...se não tivesse sido preso várias vezes eu não morasse em um abrigo para jovens desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: O mais importante é o que Jude sente por ela.E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão.


Minha opinião sobre o livro :

Esse é um tipo de livro devorado em um único dia,por causa da escrita tão leve e simples que quando se percebe já acabou.
Lucy e Jude se conheceram de uma forma casual,e definitivamente a vida deles mudou depois disso.

Lucy tem a mania de salvar o mundo, porque não conseguiu salvar o seu irmão e se culpa por isso, é apaixonada por dança e extravasa através do balé tudo o que a deixa frustrada,todos os problemas saudades dores e também alegrias .Jude acha que o passado determina o futuro que ele está destinado a ser igual ao pai dele apesar de ser totalmente diferente dele,e também tem fixado na mente que ele não merece algo melhor do que tem agora no presente.

A história é narrada pela visão da Lucy,o que foi legal,mas eu tive muito interessante em saber a visão do Jude sobre várias coisas que aconteceram com eles, seria ainda melhor se tivesse a visão do Jude na narrativa também.

Na verdade é uma história bem clichê,no entanto é o tipo de clichê bem escrito intenso,com personagens com um passado que explica como eles são no presente e é realmente cativante dá até vontade de se apaixonar...

Já para o final há uma reviravolta interessante,eu particularmente achei que podia ser mais aprofundada, essa questão que colocou a prova o relacionamento deles por um tempo,dava "mais pano pra manga", porém não vou falar mais sobre essa "surpresa" da autora se não vou acabar dando spoiler.

Crash é definitivamente uma história jovem com pitadas de bom humor e também aborda  assuntos sérios,eu super recomendo a leitura tenho certeza que vai ser um tempo bem gasto.

Eis o fim dessa resenha pessoal, espero que tenham gostado,diz aqui embaixo nos comentários o que acharam eu agradeço desde já pelo tempo e já que o natal já passou então feliz ano novo!!! Beijão até a próxima.



7 Comentarios

  1. Quando eu conheci esse livro ele ainda não tinha nem lançado aqui no brasil, então não pedi tempo e já fui na Amazon compra meu ebook dele!
    E fiquei apaixonada pelo livro, foi uma leitura tão fácil e gostosa de ler que quando vi já tinha terminado o livro, um livro que eu queria que fosse um pouquinho maior para pode ler mais dele kk

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver esse nível principalmente depois dessa resenha Então já tinha visto esse livro em fotos no Instagram mas não sabe muito bem sabia que se tratava apesar de ser um pouco triste essa história de garotas misteriosas com passados sombrios acho que essa leitura vale a pena

    ResponderExcluir
  3. Olá !
    Tenho uma relação de amor e ódio com esse livro!
    Amo clichê mas esse me irritou pelo exagero .. grr

    Mas gosto da história kkkk

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Monique!
    Achei até interessante todo enredo, mas um romance adolescente americano com o astro do futebol e com a bailarina, já aí tem uma divergência, né? Ela toda delicada e ele todo brutamontes (a priori). Mas, ainda sim, deve ser um daqueles livros gostosinhos de ler e se divertir.
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente feliz ano novo!

    Já havia visto outras resenhas sobre este livro, e como em todas eu repito: meio clichê né?! Uma pena...

    ResponderExcluir
  6. Confesso que amo um clichê bem escrito <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu amei esse livro é tenho uma vontade imensa de ler ele, a trama é muito envolvente, deixa o leitor com um clichê super fofo envolve.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir